10 Otimizações de SEO On-Page que Você Deveria Fazer

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

SEO ON PAGEAlgumas pessoas começam um empreendimento online mas pecam na hora distribuir e aumentar o alcance da sua mensagem.
SEO significa Search Engine Optimisation, que são orientações técnicas que te ajudam a ter um melhor posicionamento em mecanismos de busca, como o Google e Bing. Na prática isso significa: maior tráfego e, em consequência, pode significar maior conversão de vendas ou leads.
SEO pode ser dividido em duas categorias: SEO interno e externo. Neste artigo, vou falar sobre aspectos que você controla em sua página que afeta diretamente sua classificação nas SERPS.
Sem dúvida, compreender quais são os fatores que influenciam no posionamento do seu site pode te dar uma grande vantagem competitiva.

Palavras-chave na tag de título

O título é um dos mais importantes fatores de posicionamento. Cada página/post deve ter um título único, isso quer dizer que deve favorecer apenas uma palavra-chave principal.

Além de ser importante ter um título único e adequado a palavra-chave que você quer posicionar seu artigo, o título das páginas também serão exibidos nas SERPS, portanto, faça algo que disperte curiosidade ou que tenha relevante para audiência que você quer impactar.

Você também pode procurar títulos que dispertem a curiosidade, e em consequencia cliques.

Por exemplo, “Como aumentar a quantidade de visitas em 505% em 30 dias”, ou “Os 7 Segredos para Aumentar suas vendas”. Títulos como esses podem induzir o usuário do serviço de busca a conhecer seu artigo, e entrar em seu funil de vendas.

Você também pode usar setas no título para se destacar dos seus concorrentes. A criatividade bem utilizada vale muito a pena neste momento.

Uma dica importante é que os títulos em resultados de mecanismos de busca tem uma limitação. Um título longo não irá prejudicar seu site, mas não aparecerá por completo e talvez, sua ideia não seja muito bem concebida.
A W3C (World Wide Web Consortium) fornece a seguinte orientação para criação de título.

Tags H1, H2, H3, H4, H5, H6

Talvez, você não conheça tão bem essas tags. São recursos básicos do HTML. O H1 é usado como o título da página, e os demais (h2, h3,…h6) são usados como sub-títulos.

Essas tags são responsáveis por destacar qual a ideia ou objetivo do seu conteúdo e estrutura-lo de forma clara para seus visitantes.

Conteúdo da Página

Não é o único fator, mas ajuda no posicionamento dos mecanismos de busca, inclusive, há autoridades no assunto que indicam o tempo de permanência no site é um dos fatores de relevância para o Google.

Por isso, é importante se preocupar com a qualidade do conteúdo. Procure fontes e torne-seu conteúdo único. Também é interessante ter artigos com mais de mil palavras.

Também é interessante manter a consistência do seu trabalho de conteúdo. Planeje quais dias da semana, você irá adicionar conteúdos relevantes para sua audiência.

Densidade de Palavras-Chave

Densidade de palavras chave é o percentual da palavra-chave encontrada em seu artigo.
Incluir no seu conteúdo palavras-chave, na qual você quer melhorar sua posição, é importante. No entanto, tenha cuidado especial para não super-otimizar sua palavra-chave.
Sistemas de buscadores tendem a acreditar que você está fazendo SPAM usando muitas vezes a mesma palavra-chave.
Pessoalmente, gosto de trabalhar com 1,5% a 2% de densidade de palavra chave. Você diminui o risco de penalização por super-otimização, e para mim, tem sido uma porcentagem segura.

URL Amigável e Estrutura

Ter uma URL amigável é altamente recomendado, além de facilitar a compreensão por pessoas que querem consumir seu conteúdo
Palavras chave na URL são úteis – e não apenas para SEO. No ponto de vista de SEO, uma URL pode trazer:
• Significado real do seu artigo – as URLS devem conter as palavras-chaves, sem pontuações
• Não pode ter mais de 2 mil caracteres. Além do gosto duvidoso para URLS, o navegador Internet Explorer não conseguirá acessa-la.

Para quem utiliza WordPress, basta acessar a opção de Permalinks para habilitar nativamente os links na sua área de administrador.

Palavra-chave na tag de descrição

O texto na tag meta-description não é visível para seus visitantes, apenas nos resultados de busca. Lembre-se de usar a palavra-chave que você quer rankear dentro da descrição e procure não super-otimizar.

 

Palavras-chave no link

Mecanismos de busca atribuem relevância aos links que você adiciona em seu site, e isso pode te ajudar a rankear palavras-chave.
Criar backlinks em comentários e sites de autoridade, como Medium, continua sendo interessante.
Tamanho das páginas web
Não há um limite para o tamanho perfeito de uma página. No entanto, é preciso ter em mente que você precisa se esforçar para diminuir o tamanho e o tempo de carregamento das páginas. Inclusive, é um dos fatores de posicionamento.

Palavras-chave no nome do domínio

Mecanismos de busca costumam ser preferenciais ao nome do domínio.

Sitemaps

Muitos subestimam a importância do sitemaps no SEO. Este protocolo ajuda os mecanismos de busca a entenderem a estrutura do seu site e mapea-los. Foi introduzido pelo Google em 2005, com MSN e Yahoo para facilitar o mapeamento de conteúdo na Internet.
Ter um sitemap te ajuda a tornar os spiders de mercanismo de busca mais acessíveis.

Resumo

Na contramão do que muitos pensam, SEO não é uma fonte de tráfego gratuita. É necessário um esforço grande para ter bom posicionamento nas SERPS.
SEO interno possui muitas variáveis, conheço realmente poucas pessoas que tem tempo para otimizar todos os fatores. Nosso mercado possui informações, muitas vezes, incoerentes entre si sobre SEO. É preciso analisar a fonte antes de trabalhar com ela.

10 Otimizações de SEO On-Page que Você Deveria Fazer
5 (100%) 2 votes
Share.

About Author

Rodrigo Macedo é empreendedor, desenvolvedor de software e especialista em negócios digitais.

4 Comentários

Leave A Reply