O que fazer para a empresa não sofrer ações judiciais sobre a segurança do trabalho

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Cuidar do bem-estar e da segurança de seus colaboradores é um dever da empresa. Para isso, é preciso seguir normas, oferecer equipamentos de proteção individual (EPI), além de contar com um Sistema de Combate a Incêndio.

Existem diversas normas reguladoras que foram criadas pelo Ministério do Trabalho com o intuito de cuidar da saúde e da integridade física dos trabalhadores. 

Por isso, o não cumprimento dessas regras pode gerar ações judiciais para a empresa.

Afinal, o que fazer para a empresa não sofrer ações judiciais sobre a segurança do trabalho? É sobre isso que vamos falar neste artigo. Confira! 

Cuidados que a empresa deve ter 

Conhecer as leis e cumprir com as normas regulamentadoras é o primeiro passo para que uma empresa não sofra ações. Dependendo do tamanho da edificação e da quantidade de pessoas, um dos deveres básicos é a instalação de sprinkler, alarme de incêndio, e demais equipamentos que compõem um Sistema de Combate a Incêndio

Além disso, cabe a empresa também:

  • Oferecer equipamentos de proteção individual
  • Sensibilizar os funcionários sobre a importância do uso dos equipamentos
  • Fiscalizar o uso dos equipamentos durante o expediente 
  • Divulgar notas sobre a segurança e saúde no ambiente de trabalho 
  • Implementar medidas para evitar situações perigosas e insalubres
  • Ter um Sistema de Combate a Incêndio
  • Oferecer treinamentos, realizar seminários e palestras sobre segurança do trabalho
  • Informar os trabalhadores sobre os riscos que podem sofrer caso as normas não sejam cumpridas
  • Realizar exames médios e informar os resultados aos trabalhadores 

Importância das normas para as empresas 

Como foi possível observar, para as empresas não sofrerem ações judiciais sobre segurança do trabalho, cabe a ela seguir as normas e estar sempre vigilante para que os colaboradores também cumpram com seus deveres e uso dos equipamentos. 

Vale lembrar que as conhecer e seguir as normas são essenciais para evitar qualquer tipo de multa e, consequentemente, garantir a integridade de todos. 

O que fazer para a empresa não sofrer ações judiciais sobre a segurança do trabalho
Avalie este artigo
Share.

Sobre o Autor

Rodrigo Macedo é empreendedor, desenvolvedor de software e especialista em negócios digitais.

Deixe uma resposta